13 agosto 2012

Simples Desejo


Que tal abrir a por do dia-dia? Entrar sem pedir licença, sem parar pra pensar.
Pensar em nada...
Legal ficar sorrindo à toa, sorrir pra qualquer pessoa, andar sem rumo na rua.
Pra viver e pra ver não é preciso muito. Atenção, a lição está em cada gesto.
Tá no mar, tá no ar, no brilho dos seus olhos.
Eu não quero tudo de uma vez, eu só tenho um simples desejo:
Hoje eu só quero que o dia termine bem!
(Luciana Mello)

Nenhum comentário: