07 setembro 2011

Andar com fé eu vou...




A espera é angustiante, você fica na fila durante horas esperando pelo grande momento que terá o mesmo privilégio que outras pessoas tiveram, de viver a incrível emoção de estar nas alturas, bem longe do chão, quase tocando o céu.

Sua vez se aproxima e você começa escolher a cor do carrinho que irá se sentar. Afinal, não pode ser qualquer um, tem ser aquele especial. Um que te passe segurança, que não esteja enferrujado ou com marcas de outros passeios. Talvez um bem colorido, ou quem sabe um discreto, assim não desviará sua atenção do passeio.
Pronto, sua vez chegou!
Você sobe as escadas, entrega seu ingresso, escolhe o carrinho, aperta os cintos e deseja-se “Boa viagem”, sabendo que logo estará no topo, mas tendo a certeza que a descida não demorará a vir. Só resta torcer para sorte estar ao seu lado, esperando que o maquinista pare a grande roda gigante nas alturas quando o seu carrinho estiver lá em cima, pois dessa forma você poderá aproveitar mais das sensações incríveis de se sentir fora do chão.


Eu poderia estar falando somente da roda gigante, porém a vida consegue ser exatamente desta forma.
Uma hora as coisas parecem estar transcorrendo em completa harmonia, tudo é belo e divertido, você deseja que nunca acabe. Porém, "alguém" decide que sua vida está muito boa e tranquila, e decide jogar um pouco de água fria nessa felicidade toda, te fazendo acordar e encarar a realidade.

A questão é: Você levanta do carrinho e vai embora deixando para trás toda a mágica e encantamento que está por vir, por medo dá próxima descida? Ou resolve ficar e segurar com todas as suas forças o lugar que você escolheu com todo cuidado nessa enorme Roda Gigante?

A verdade é que se você desiste de um sonho ou de algo que te faz feliz, você também está desistindo de si próprio. É extremamente gratificante, e às vezes consolador, perceber que tudo que poderia ter sido feito para dar certo você fez!

Portanto, agarre-se com força e coragem. Acredite na sua verdade. Proteja os seus sentimentos e não esconda as suas emoções.
Chorar alivia e sorrir transforma.
Você não ficou em pé numa fila quilométrica durante horas, esperando sua vez de ser feliz, para desistir na primeira parada ou descida.
A Roda Gigante gira, e é justamente aí que mora toda a diversão escondida.
Boa sorte!


By Tassya Bastos.

2 comentários:

Lay Pires disse...

eu sou chegada numa ousadia, saio sem olhar pra trás não tenho medo de arriscar... Na vdd acredito que todos deveriam ser assim, gente o que se tem a perder quando já se perdeu tudo que importa? Boas novas estão sempre a nossa espera!

\°/

Thais Matsura disse...

oi amiga...vim conhecer seu blog lindo o nome...
Ja estou seguindo aqui seu blog
Ficaria Feliz se seguisse o meu tbm!!

Ta rolando Sorteio de Makes la (mascara da revlon,Paleta da Miss Rosê e mto+)

Confere la...
Bezzo