12 novembro 2010


Afinal, o que querem as mulheres?
Não posso responder por minhas amigas, vizinhas, primas, tias e etc. Mas se a pergunta for direcionada a mim, como acredito que seja, fica mais fácil.

Quando paro pra pensar em tudo o que eu realmente quero, me sinto como Alice no País das Maravilhas. Um grande conto de fadas, misterioso, emocionante, com uma pitada de romantismo, fantasia e com um belo final feliz.
É como me jogar naquele buraco que a Alice mergulha, vem tudo ao mesmo tempo: família, sonhos, carreira, futuro, presente... Tudo passando bem rápido.
Impossível de tocar. Possível de realizar.

Quero (pra começar) uma segurança no imprevisível.
Não ter medo do invisível, do inesperado. Acho que 80% da ansiedade que eu sinto hoje seria curada, caso esse desejo realiza-se.
Não que eu seja medrosa e covarde, mas não posso negar que a idéia de perder tudo que amo me perturba... e muito!
E pra não acharem que eu sou uma romântica irremediável, podem anotar aí: Morro de medo de perder meu cachorro, meus pais, minha família. Tenho medo de ficar sem luz e da fome. Tenho medo de perder o aconchego do meu quarto, o conforto da minha cama, a segurança da minha casa... Tenho medo de me faltar saúde. Tenho medo do silêncio causado pela solidão, tenho medo da solidão.

Mas, o tema é: “O que ela quer?” e não: “do que ela tem medo?”

Quero ter sucesso profissional.
Ser uma profissional competente, reconhecida e realizada. Ter um escritório pra chamar de meu, um salário mensal que me proporcione tranqüilidade e estabilidade, clientes satisfeitos e concorrência acirrada (que é pra me fazer buscar o crescimento cada dia mais). Contas pagas, dividas quitadas e novos projetos em andamento.

Quero ter sucesso na minha vida.
Um marido companheiro, que fique ao meu lado quando o mundo estiver de pernas pro ar, que dance comigo na sala de estar à luz de velas, sem música nenhuma tocando. Que deite no meu colo e me conte do seu dia e pergunte como foi o meu... e que escute com atenção às respostas.
Que seja mais que um esposo e o senhor do lar. Quero que ele seja o homem e o amor da minha vida.
Quero filhos correndo no quintal, bagunçando a casa, gritando no carro, chorando de madrugada, abraçando apertado, contando segredos... Quero anjos na minha vida.
Quero união na minha casa, paz no meu lar e felicidade em tudo que for meu.

Quero ter sucesso nos sonhos.
Uma casa própria, uma rede no terraço e um quintal florido.
Quero um carro na garagem, minha carteira de habilitação no bolso e uma estrada reta para que eu possa acelerar o quanto tiver vontade.

Quero ter sucesso na diversidade.
Quero visitas em shoppings, dois vestidos novos, um sapato de salto alto e um óculos de sol.
Quero açaí na tigela, borboletas na janela e um ventinho pra refrescar.
Quero música alta, música calma, música que me faz dançar. Quero luzes, cores e cheiros... Bons.
Quero pessoas sinceras, disponíveis e acessíveis. Quero menos mentira e dissimulação.

Quero sorrisos escancarados.  Gargalhadas exageradas. Lágrimas que educam e ensinam. Amigos presentes. Lembranças em músicas, fotos, lugares... No coração.
Quero sentir saudades de tudo que foi bom e vontade de fazer melhor sempre.
Minha família perto, meu amor perto, meu Deus presente.

Quero simplicidade, realidade e prosperidade.
Quero desejos simples e possíveis de se tornarem reais.


Pergunta respondida?

Tassya.

Um comentário:

Anônimo disse...

éééé ....
Afinal, o que querem as mulheres???

rsrsrs....

Sera que e Carinho ou ser apenas feliz?
Filho ou familia...
amor ou verdade...
acho que é ....
... VIDA.
seja la o que for ....
mais que seja mesmo o amor ....

rsrsrsrs saiu mais ou menos ...
oO {J}