21 outubro 2010

Cena 25, Cápitulo 9.159... Ação!


Eu com certeza fui cobaia de Deus.
Sim, porque quando ele me criou só poderia estar de brincadeira, né!?
Botou um monte de coisas contraditórias juntas, deu a elas um destino mais contraditório ainda, pegou uma pipoquinha, um guaraná, sentou no sofá e preparou-se para mais uma sessão.
E lá está Ele, rindo, chorando, torcendo. Aí, às vezes, eu penso que de repente, Ele pode ser um grande espectador de telenovelas.
Nós, é claro, somos os protagonistas. E é pior do que novela mexicana, pelo menos a minha. O mais legal é que se o percurso não agradarar o nosso santíssimo “telespectador”, Ele pode meter o bedelho e mudar alguma coisinha.
Novela interativa, então! =D

“Resumo da semana”, será que Ele tem?
Paciência eu sei que tem, e muita. Sim, porque a minha vida pelo menos é um tanto sem graça às vezes.
Vilão, toda novela tem. A minha não tem nenhum definido, e isso que é pior, não sei e nem conheço o meu inimigo... (medo)
Fim, as novelas também têm. Trilha sonora também. Só não têm intervalo, e é aí que mora o problema. A vida é uma correria, uma esteira elétrica sem lugar para segurar. Ou você corre e acompanha, ou cai e se rala todo (sim, já aconteceu comigo...).

Pelo menos a tal novela permite aprendizado.  Muitas vezes pode ser vista como uma comédia das boas, um belo suspense, um romance meloso... Ou seja, Deus é o melhor redator/roteirista/diretor de todos os tempos!
Então, enquanto eu não o encontro pessoalmente para pedir um autógrafo (e - sem ofensas – que o tal momento demore), mando cartinhas todas as noites e participo do fã clube.
E, claro, corro atrás do meu final feliz!

Tassya.

Um comentário:

Lay Pires disse...

E eu que leio seus posts em voz alta para os meninos da empresa...
Ai me encho de orgulho e falo...MINHA PRIMA QUE ESCREVE!kkkkkkkkkkkkkkkkk
Cada pensamentozinho hein.Queria ser igual vc quando crescer *--*