28 outubro 2010



“Algumas coisas são verdadeiras, acreditando nelas ou não.” (Filme Cidade dos Anjos)


Acredita em anjos?
Essa pergunta me foi feita há um tempinho atrás. Na época eu esbocei um sorrisinho, olhei nos olhos da pessoa e percebi que ela estava realmente esperando uma resposta.
Eu respirei fundo e lhe respondi:
- Acredito, ué! Por que não acreditaria?
A pessoa muito espertinha sorriu de volta, balançou a cabeça e fez outra pergunta:
- Você poderia não acreditar... Por exemplo, aconteceu alguma coisa em sua vida que comprova a existência deles (anjos)?
Eu agi com indiferença, não respondi a pessoa e mudei de assunto. Porém, hoje eu vejo que deveria ter dado uma resposta aquela pessoa, deveria ter defendido a minha idéia e opinião, não deveria ter deixado dúvidas... Acontece que nem eu fui firme à minha resposta, não estava segura e não tinha certeza sobre aquilo. Faltou maturidade e personalidade.

Anjos existem e eu não os vejo com asas lindas e enormes, muito menos com uma luz divinal envolvendo-os. Os meus anjos, os que eu tenho fé que Deus colocou em minha vida, são aquelas pessoas que me olham nos olhos e já sabem quando preciso desabafar, aquelas que me abraçam e me fazem acreditar que tudo está resolvido, que em uma conversa conseguem arrancar sorrisos imensos de meus lábios.
Anjos são pessoas que encontramos em um ponto de ônibus, que sentam do nosso lado, puxam conversa e você vai para casa se sentindo leve.
Anjos são os amigos que estão sempre presente independente da distância. De longe, quilômetros de distância, eles escutam seu grito mudo de socorro e correm a sua procura.
Anjo é o seu animalzinho de estimação, que não fala, não abraça, mas escuta e encosta-se a ti. Com o seu silêncio se faz sábio e mostra que não importa o problema ou a dor, a felicidade e ou a vitória, não devemos gritá-las para o mundo, devemos guardá-las em silêncio e esperar pelo depois... Sempre existe um depois.

Anjos existem e estão espalhados por aí... Eles não se escondem do mundo e nem de você. É claro que tem pessoas no mundo que, de tão boas, têm sim algo de outro mundo. Temos anjos ao nosso dispor, e se quisermos incorporar um deles, é só querer. Mas querer por algum propósito, por alguém, não para suprir sua carência, não por falta de motivos pra viver.
E se você decidiu ser anjo então, ótimo. Nem que for por 5 minutos, seja o anjo de alguém. Bote no colo, ajude, dê aquela mão amiga, dê um pouco de amor incondicional, sem esperar nada em troca.
Acho que todo mundo tem um par de asas guardado no armário. Vamos lá então, tirar a poeira e usá-las de vez em quando. Pensar assim não faz mal a ninguém, e pelo que vejo, tem muita gente reclamando que anjos estão em falta.

Tassya.

2 comentários:

Lay Pires disse...

ahh anjos me lembram músicas =)
ou músicas me lembram anjos...
sei lá :S
Sei que morro a cada post seu, me sinto tãoo ligada,tão parecidas nos pensamentos e dúvidas.Mas me sinto tãoo longe =/

ahh chegaa
Te amo .

Anônimo disse...

Esta na palavra de Deus: "Quanto aos anjos, diz: Quem de seus anjos faz ventos, e de seus ministros labaredas de fogo. ... Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herdar a salvação?" (Hb 1.6,7,14).

Abraços!